Prostitutas do centro de Belém aprendem a trabalhar em rádio

PDF Imprimir E-mail
Redação - Agência Pará
03.05.2008
Reputação, 104.7. Assim vai ao ar a rádio comunitária do Grupo de Mulheres Prostitutas do Pará (Gempac). As prostitutas, filhos e filhas delas, amigas, amigos e jovens do projeto Atelier da Vida, desenvolvido pela entidade desde 2000, estão aprendendo a operar, produzir e comandar programas na oficina de Rádio Comunitário, realizada pela Secretaria de Estado de Comunicação, do governo do Estado, na sede do Gempac, no bairro da Campina, em Belém.

Neste sábado, ao final da oficina, vai estar no ar o programa "Gempac Forma e Informa", a primeira experiência da turma. O programa está sendo produzido pela estudante Pauline Araújo, de 20 anos, filha de uma funcionária do Gempac, tomou a frente do trabalho e organizou a ordem do programa, com entrevistas, vinhetas e outras músicas.

A coordenadora do Gempac, Andrelina Braga, disse que a rádio Reputação nasce com a missão de divulgar os projetos e os trabalhos desenvolvidos pela entidade. Para a presidente de honra e fundadora do Gempac, Lourdes Barreto, coordenadora política da entidade, a idéia é levar consciência de cidadania e de direitos e deveres na sociedade para prostitutas e seus descendentes.

Nesta quinta-feira (01), Dia do Trabalhador, o Gempac chega a maioridade, completa 18 anos. Larissa Picanço, de 18 anos, jovem do programa Atelier da Vida também ficou satisfeita com a oficina e com a iniciativa do governo do Estado. "É mais um incentivo para os jovens, dando oportunidade para a gente crescer ainda mais, saindo definitivamente da condição de risco nessa vida, quase sempre vivida nas ruas", declarou emocionada, dizendo que o Gempac a amparou como se fosse seu segundo lar.

Larissa trabalha hoje na loja Ná Figueredo, associada ao Gempac, acolhendo jovens aprendizes. Larissa faz confecções e bolsas para a loja. Ela aprendeu a costurar no Atelier da Vida, programa do Gempac que já formou mais de mil jovens. Assim como Larissa, muitos deles estão no mercado de trabalho, ganhando dignidade e melhorando a qualidade de suas vidas.
Comentários
Busca
Nome:
E-mail:
 
Título:
 
Por favor coloque o código anti-spam que você lê na imagem.

3.26 Copyright (C) 2008 Compojoom.com / Copyright (C) 2007 Alain Georgette / Copyright (C) 2006 Frantisek Hliva. All rights reserved."

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >



  • Frente Parlamentar pela liberdade de expressão
  • Especial Confecom

Assine nosso Boletim

 

Endereço de e-mail.


Veja os boletins anteriores
20 de abril de 2014 - última atualização 17/04/2014 - 00:59